Arquivo

Archive for abril \08\UTC 2008

Sentenças

abril 8, 2008 4 comentários

“Quando eu nasci um anjo só baixou, falou que eu seria um executivo. E desde então eu vivo com meu banjo executando os rocks do meu livro, pisando em falso com meus panos quentes, enquanto você ri no seu conforto, enquanto você me fala entre dentes: poeta bom, meu bem, poeta morto”.

Só mais uma referência ao Zeca, mas essa eu faço questão de dizer cadenciadamente ao pé do teu ouvido, com meu corpo caído sobre o teu, sentindo as tuas costas cansadas e suadas com todo amor e ódio plantado dentro de mim: “Tudo que é peito sangra”.

A vida é mesmo assim, vá entender.

Anúncios
Categorias:Coisas Minhas